Enquanto descansava, eu com seu pau dentro de mim ainda comecei a bater punheta, e gozei rios de porra, lucas se animou e me pediu para continuar a cavalgada gozando outra vez.
Queria sentir a pica dele ali na sala mesmo.Vamos ver se você lembra memo.Tomamos um chá e Paulo disse bem baixinho.Olhei para a cara de cada um e para o respectivo cacete e disse que sem lubrificante não daria, pois ia me machucar.Calma garoto, não sou louco, quero apenas que você faça o que você faz com seu amiguinho, só isso.Lucas disse corram todos pro escritório do maduras pillas pela ultima quarta-feira cam papai, que eu vou depois com ele e assim vocês poderão ver tudo.Desci do carro e fomos entrando, no corredor que era bem apertadinho e escondidinho seu Daniel me pega num amasso na parede e já gozo ali mesmo.Puta merda, que coroa safada que gosta de ganhar porra quente ein!Mudamos de posição me pos na cama de pernas encolhidas e se posicionou entre elas encostou no botãozinho do meu cú e foi forçando, Lucas pedia para que eu fizesse força para abrir, eu fazia de tudo, pois estava mais pensando em receber logo.No dia seguinte seu Daniel me vendo perguntou se eu aceitara o convite, pois ele tinha falado com meu pai, disse que sim e disse que não saberia bem o que fazer pra ajudar pois era muito pequeno.Paulo insistiu em por sua mãe para dormir em seu quarto pois tinha cama de casal, e no outro quarto tinham duas camas de solteiro, que seriam para nós.Depois de alguns minutos, ele me soltou e disse, para que lembrasse do que ele tinha dito.Estava muito bom, mas tinhamos que tomar cuidado.Ele riu e disse: Entra lá no carro e me espera um pouco que já vou.Respondi a ele que ia pensar, e perguntei se não quiser se poderia ficar com os doces, ele disse que sim, e que tinha certeza que eu estaria.Ficamos paradinhos uns dez minutos naquela posição, sentia algo escorrer pelas pernas, e o motorista começou a bombar, devagar e gozou, parou de novo, ficou mais uns minutos, e começou outra vez bombou algumas vezes e gozou, fez isso pela quarta vez.Quando abri a porta tomei o maior susto, tinham uns dez no total, eu só conhecia o Lucas, seus irmãos e o Cezar que era filho de um dos empregados, e todos estavam pelados, sentados nas cadeiras que formavam um circulo, tinha uma cadeira vazia.



Concorei, botei ele sentado no sofá e começamos eu chupando e ele contando tudo.
Seu Daniel foi colocando o dedo bem devagar, mas logo em seguida o enfiou até o fim ele começou a mexer dentro de mim, eu gozava muito, Seu daniel trocou os dedos um a um, e eu só gozava.


[L_RANDNUM-10-999]