23 Além da constatação da incapacidade, também é atribuição do perito médico do inss a caracterização da mesma, se previdenciária ou acidentária.
Oto-Laryng, Paris, 109: 33-38, 1992.M.: Phonosurgery Assesment and Surgical Managennent of Voice Disorders.14 O Conselho Federal de Medicina, no uso das atribuições conferidas por lei, e considerando que todo médico, ao atender seu paciente (no caso, o periciando deve avaliar a possibilidade de que a causa da doença alegada, alteração clínica ou laboratorial possa estar relacionada com.Como em todo processo saúde-doença, algumas características individuais podem funcionar como fatores agravantes e/ou desencadeantes, tais como idade, sexo feminino, assistir online filme copa do sexo 2 uso vocal inapropriado ou excessivo (prolongado atividades extraprofissionais com alta demanda vocal (lazer ou dupla jornada alergias respiratórias, doenças de vias aéreas superiores, influências hormonais.Desta forma, o cisto do tipo epidérmico é aquele que apresenta retenção líquida, pastosa ou mesmo sólida revestida por epitélio plano estratificado escamoso queratinizado (foto 7).ResultadoiscussÃO, nesta revisão, no período de janeiro de 1991 a abril de 1994, os cistos corresponderam a 3 das queixas otorrinolaringológicas.Cria-se uma cavidade preenchida pelos líquidos que saem dos vasos.Foram revisados as fichas clínicas e os correspondentes exames videoendoscópicos, os quais acham-se gravados em sistema VHS, ntsc.A prega vocal é um conjunto formado por mucosa e músculo.Epidermoid Cysts of Vocal Cords annals of Otology Rhinology Neck Medicine Cuigety, 92: 124-127, 1983.Não encontramos nenhum caso de nódulo contralateral, muito embora seja relatado8.Quando examinada a laringe com microscópio, utilizou-se 6, 10, 16 e 25 aumentos, com objetiva de 250 mm ou 350 mm para mulheres e homens, respectivamente.Com o intuito de tentarmos uniformizar tais denominações com seu real sentido histopatológico, prol usemos-nos a revisar os casos dos pacientes diagnosticados como sendo portadores de "cistos seus sintomas, evolução clínica, achados transoperatórios e histopatologia e, a partir daí, agrupá-los sob uma classificação clínico-histopatológica.16 Causas ou fatores supervenientes ocorrem após o evento.8 A conclusão diagnóstica deve considerar o cruzamento dos subitens acima, com especial atenção à história ocupacional.26, 27 Quanto à duração a incapacidade laborativa, pode ser temporária ou de duração indefinida (permanente Considera-se temporária a incapacidade para a qual se pode esperar recuperação dentro de prazo previsível.16 O diagnóstico precoce e o tratamento imediato do dvrt possibilitam melhor prognóstico, mas isso depende de vários fatores, como grau de informação do trabalhador, efetividade do programa de prevenção e controle médico da empresa, direção da mesma e possibilidade de o trabalhador manifestar suas.
Tabularam-se os seguintes dados: data cio exame, nome do paciente, registro, idade, sexo, profissão, sintomas c sua evolução, procedência (cliente, médico especialista, fonoaudiólogo, médico não especialista tratamento prévio, uso de cigarro, abuso vocal, lesão unilateral, lesão bilateral, localização da lesão, lesões associadas, exames anatomopatológico.
Medicação antibiótica, antiinflarnatória, antigripais, "xaropes gargarejos e pastilhas foram constantes nas histórias pregressas, alguns com alívio passageiro, sem a cura da disfonia.




[L_RANDNUM-10-999]